Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 14, 2018

Honestidade e conveniência

Diga a verdade
Nada é mais do mesmo jeito
Você não quer mais estar aqui
Você quer estar ali

Medinho

Eu pensei que eu era objetiva
Mas olha que salada
Que tá a minha vida

Me encontro

Fundamental é aquilo que dói

A dor do povo é externa. A minha é avessa, clássica e moderna. Nem todo muro protege, nem todo buraco é caverna. Nem toda prece tem alvo, nem todo santo tem perna. A dor é fusão e fissão, é prisão e caserna. A dor que se esconde é ilusão, a que se mostra, é lanterna. Entendo que a dor não tem pátria, mas tem berço, tem lar, é fraterna.