feminismo,

mulher não é um buraco

quarta-feira, novembro 28, 2018 sarita bruta 0 Comments


 

me sinto como essa imagem quando um homem chupa a saliva na rua quando eu passo.

ou quando obrigatoriamente confere a minha bunda pra vê se sou gostosa o suficiente.

quando, sem a menor intenção de elogiar, solta um fiu fiu ou um "linda" (pra não dizer outras coisas) mesmo sabendo que irá me constranger.

e tenho o mesmo sentimento ao saber todos os dias os números de estupros. dentro da própria casa. dentro da própria família.

como se os homens fossem animais irracionais sedentos por um alimento.

mas deixa eu te contar, esse alimento é gente. esse alimento é sua mulher, é sua filha, é sua família, é ser humano. com autonomia, sentimentos e dores.

mulher não é máquina sexual. não é um buraco.

só nós sabemos o medo diário que enfrentamos de sermos assediadas a qualquer tempo, em qualquer lugar. ainda temos que aguentar muita coisa calada pra situação não se agravar. temos medo de morrer.

a força do homem é descomunal na sociedade. não só a física, como a moral. temos que nos impor muito ainda se quisermos ocupar um espaço de dignidade na sociedade.

é uma longa jornada, mas que, pra mim, vale toda a pena.

sarita bruta






0 Comentários: