política,

mais que política

domingo, outubro 14, 2018 Brutamor 0 Comments


política não é meu tema preferido e nunca tive a intenção de escrever sobre ele.
o que eu tenho escrito aqui nunca foi sobre política. pra quem ainda não percebeu, essas eleições não tem sido a respeito de política.
tem sido sobre assuntos que sempre trouxe a tona aqui: empoderamento, amor, autoconhecimento, reflexão.
e isso não acaba no domingo nem no segundo turno. o que nos foi revelado nessas eleições não será esquecido tão cedo.
no início disso tudo, um colega meu disse que o problema do brasil era espiritual. e hoje eu concordo com ele. o ódio não nasce com a gente, ele é perpetuado de alguma forma.
o vazio que a população carrega é tão grande que não há mais empatia, não há mais esperança, não há mais resistência. o povo não luta mais contra a humilhação, só quer um algoz diferente (dizem que é novo).
hoje é um dia muito triste pra mim. já não tenho mais forças para esperar pelo melhor. estou com medo. muito medo. nunca tive um medo tão real.
pelo cenário previsto, avisto uma onda de destruição. são seres humanos com sede de aniquilação sem nenhum motivo aparente.
isso é falta de amor, falta de propósito. ninguém quer cuidar de si. escolhem monstros e heróis para representar a dor que sentem, porque não são capazes de enfrentar a própria culpa.

07/10/2018

sarita bruta





0 Comentários: