ansiedade,

presta atenção na vida

terça-feira, janeiro 02, 2018 sarita bruta 0 Comments


me descobri ansiosa quando já era quase adulta. não sabia que toda essa necessidade de ser bonita, ter amigos super cool, um namorado e tênis da nike na época da escola se tratava desse probleminha. eu achava que eu era apenas uma aborrecente passando por problemas aborrecentes.

minha mente funcionava mais ou menos assim: se eu não atingir todas essas metas primitivas da vida, acabou, não tem mais jeito, nunca haverá outras oportunidades e já posso me despedir deste plano. que loucura, né? eu realmente pensei assim por muitos anos.

aí a sociedade ainda vem pra te cobrar além da sua própria capacidade humana de se auto cobrar: é vestibular, formar, ser bem-sucedido, é namorar, casar, ter filhos, ter outro filho, é ganhar bem, comprar um carro, comprar uma casa, socorro! se você conviver com outras pessoas ansiosas então, já era, você cria uma predisposição pra ser maluco.

mas aí você vai amadurecendo, conhecendo novas perspectivas, através de outros mundos e outras pessoas e percebe que: eu sou linda do jeito que eu sou, meus amigos podem não ser tops(zeiras), mas me querem tão bem, ter namorado é muito bom mas namorar comigo mesma não tem igual, e hoje eu prefiro mesmo é tênis da all star.

de uma forma ou de outra, eu “atingi as metas” e continuo neste plano.

e hoje eu compreendo que toda essa pressa pra riscar as exigências na lista da vida só mata a graça de tudo. perdi tanto tempo pensando, planejando, ansiando, do que realmente vivendo.

agora eu quero apenas apreciar um dia de cada vez, construindo a minha história, os meus planos e sonhos. quero sair desse emaranhado de pensamentos que não dão em nada e me fazer presente aqui. nada de correria, a vida acontece pra quem está prestando atenção nela.

sarita bruta





0 Comentários: