Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 31, 2017

Nem palavras, nem atitudes, coerência!

Há aquela frase que diz que atitudes valem mais do que palavras. Não adianta promessas, declarações e discursos se as suas ações não condizem com o que você fala. Mas pensa comigo, não adianta também a pessoa demonstrar verdadeiramente uma coisa se ela a todo tempo nega o que tá dentro dela.

É bad pós-férias que chama, né?

Com base numa pesquisa de altíssimo nível de confiabilidade que fiz recentemente (ou seja, conversas no whatsapp com amigos), notei que nesse começo de ano, mais precisamente no retorno das férias/recesso à vida normal, o índice de pessoas declarando que "bateu a bad" cresce absurdamente. E como eterna pensante sobre o comportamento humano parei para refletir sobre o que isso significa.

É que eu guardo tudo pra mim

Não, eu não sou a pessoa que guardo tudo pra si. Mas eu vim reclamar de você que faz isso.

Como você espera que eu saiba o que você sente se você não me diz? Como não te machucar sem ter noção do que te incomoda? Como te agradar se você não me fala o que tu gosta?

Dissertação de uma decadência

Aos que verão meu corpo
Parado e nu
Sem reação
De paletó

Aborto masculino

Esteve aqui
Cuidou
Divertiu
Deu carinho

Presta atenção na vida

Me descobri ansiosa quando já era quase adulta. Não sabia que toda essa necessidade de ser bonita, ter amigos super cool, um namorado e tênis da nike na época da escola se tratava desse probleminha. Eu achava que eu era apenas uma aborrecente passando por problemas aborrecentes.

Eu não posso sonhar por você

2017, ô ano do cão. Concordam?

Cenário brasileiro mundial decadentes. Um minutinho que eu acompanhasse qualquer jornal, já era suficiente para ouvir sobre inúmeros crimes, violência, corrupção, projetos de lei infundados e por aí vai.

Notícias do bem para acompanhar em 2018

É impressionante, no noticiário só passa miséria. Falo do jornal de horário nobre, na tv aberta, com acesso a grande massa. Se passa coisa boa é 1% do programa. Eu, particularmente, só vejo quando estou num local em que não possa evitar, pois acho tudo mais do mesmo e me irrita o sensacionalismo que vem acompanhado com a tentativa de manipulação.